Assepsia em cervejarias

Assepsia em Cervejarias

A assepsia é um tema super relevante em uma cervejaria. A probabilidade de haver contaminações deixam cervejeires de cabelo em pé!

Toda cervejaria precisa ter um plano de higienização definido não apenas de equipamentos, como também de utensílios, móveis e instalações. Olha as Boas Práticas de Fabricação novamente batendo a nossa porta…

Pois é, a IN nº 05 de 2000 do MAPA, aborda sobre os requisitos de Higiene.

Clique aqui para nosso curso de BPF

Para falar um pouco mais sobre esses processos, agendamos uma Masterclass gratuita para conversarmos um pouquinho sobre assepsia.

A masterclass não ficará gravada e será realizada ao vivo e online no dia 07 de julho às 20:00 horas. As pessoas interessadas devem se inscrever no link abaixo para garantir sua vaga lá. Será uma hora de aula abordando diversos assuntos que envolvem o processo de Higienização. Convidamos você a interagir conosco. Compartilhe esse post para que mais pessoas tenham a oportunidade de ter uma aula gratuita sobre um tema tão importante.

Leia também: Quem é responsável pelo controle de pragas?

Chiara Rêgo Barros é Engenheira Química especialista em Gestão da Qualidade e Produtividade e em Biotecnologia e Bioprocessos, Cervejeira Profissional e Bier Sommelière. Com mais de 15 anos de experiência na área de Produção e Tecnologia Cervejeira, atua como Consultora Técnica para Microcervejarias e Professora no Instituto Ceres de Educação e Consultoria Cervejeira, além de ministrar aulas na Bräu Akademie, SENAI e SENAC.

anuario mapa

Anuário da cerveja de 2020 é divulgado pelo MAPA

O anuário da cerveja divulgado pelo MAPA é uma fonte riquíssima de informações a respeito do mercado cervejeiro.
 
Os dados do último relatório, tratam do último ano, um ano totalmente atípico devido à pandemia.
Durante esse período, algumas atividades de vistoria para liberação de registro para cervejarias foram realizadas através de vídeo chamadas para que o processo não fosse interrompido.
 
Apesar da pandemia, em 2020 haviam 1383 cervejarias registradas, um acréscimo de 14,4% em relação ao ano de 2019. Porém, houve o cancelamento de 30 registros nesse período.
 
 
 Temos a novidade da abertura da primeira cervejaria do Acre, com isso, todos os estados brasileiros possuem ao menos uma cervejaria. A região que mais cresceu foi a região Nordeste, com um acréscimo de 41,4%. O estado com o maior número de cervejarias no Brasil continua sendo São Paulo.
 
Além disso, houve 8459 registros de novos produtos, uma redução de 15%.
 
 

 

Distribuição, em percentual , das cervejarias registradas na região Nordeste
 
 

O ANUÁRIO DA CERVEJA, MAPA, CITA UM TOTAL DE 1383 CERVEJARIAS REGISTRADAS NO BRASIL EM 2020 

Apesar de alguns números positivos, segundo o anuário da cerveja, ainda não conseguimos avaliar totalmente o impacto da pandemia. Como o registro tem validade de 10 anos, algumas cervejarias podem ainda não ter formalizado o encerramento das operações, além de não termos ainda o número de cervejarias ciganas contabilizados. O decréscimo no número de registro de produtos pode ser um indício do impacto nesse modelo de negócio.
 
Esperamos um rápida recuperação do nosso setor. Mantenham os cuidados. 
 
 
 
 
 

Leia também: MAPA prorroga adequação das CERVEJARIAS

Chiara Rêgo Barros é Engenheira Química especialista em Gestão da Qualidade e Produtividade e em Biotecnologia e Bioprocessos, Cervejeira Profissional e Bier Sommelière. Com mais de 15 anos de experiência na área de Produção e Tecnologia Cervejeira, atua como Consultora Técnica para Microcervejarias e Professora no Instituto Ceres de Educação e Consultoria Cervejeira, além de ministrar aulas na Bräu Akademie, SENAI e SENAC.

Controle de praga malte

Quem é responsável pelo Controle de Pragas?

O controle de Pragas é responsabilidade de quem? Muitos acreditam que a contratação de uma empresa terceira para realizar o controle de pragas já atende os pré-requisitos de BPF. 

O Controle Integrado de Pragas é um conjunto de ações que irão garantir que a cerveja não seja contaminada a partir de vetores e/ou pragas urbanas.

A cervejaria, dentre outras atividades, deve realizar o monitoramento das ações corretivas e preventivas, além de garantir que o Acesso, Abrigo, Água e Alimento serão controlados para combater ou evitar o aparecimento dessas pragas.Uma das responsabilidades da empresa terceira será fornecer um comprovante das atividades realizadas. Esse documento pode ser solicitado durante fiscalização do MAPA, além te ajudar a cervejaria a entender se o tratamento e controle estão sendo eficazes. Deve conter, no mínimo, as seguinte informações:I – nome do cliente;II – endereço do imóvel;III – praga(s) alvo;IV – data de execução dos serviços;V – prazo de assistência técnica, escrito por extenso, dos serviços por praga(s) alvo;VI – grupo(s) químico(s) do(s) produto(s) eventualmente utilizado( s);VII – nome e concentração de uso do(s) produto(s) eventualmente utilizado(s);VIII – orientações pertinentes ao serviço executado;IX – nome do responsável técnico com o número do seu registro no conselho profissional correspondente;X – número do telefone do Centro de Informação Toxicológica; eXI – identificação da empresa especializada prestadora do serviço com: razão social, nome fantasia, endereço, telefone e números das licenças sanitária e ambiental com seus respectivos prazos de validade.Em fevereiro lançaremos o tão esperado curso de BPF. Você também pode contar com nossa consultoria. #cervejartesanal #bpf #mapa #cerveja #institutoceres #controledepragas #foodsafety

ANVISA, RDC nº52/2009 – Dispõe sobre o funcionamento de empresas especializadas na prestação de serviço de controle de vetores e pragas urbanas e dá outras providências.

Leia também: MAPA prorroga adequação das CERVEJARIAS


Youtube


Linkedin


Instagram


Facebook


Chiara Rêgo Barros é Engenheira Química especialista em Gestão da Qualidade e Produtividade e em Biotecnologia e Bioprocessos, Cervejeira Profissional e Bier Sommelière. Com mais de 15 anos de experiência na área de Produção e Tecnologia Cervejeira, atua como Consultora Técnica para Microcervejarias e Professora no Instituto Ceres de Educação e Consultoria Cervejeira, além de ministrar aulas na Bräu Akademie, SENAI e SENAC.