Controle de praga malte

Quem é responsável pelo Controle de Pragas?

O controle de Pragas é responsabilidade de quem?
 
Muitos acreditam que a contratação de uma empresa terceira para realizar o controle de pragas já atende os pré-requisitos de BPF.
 

O Controle Integrado de Pragas é um conjunto de ações que irão garantir que a cerveja não seja contaminada a partir de vetores e/ou pragas urbanas.

A cervejaria, dentre outras atividades, deve realizar o monitoramento das ações corretivas e preventivas, além de garantir que o Acesso, Abrigo, Água e Alimento serão controlados para combater ou evitar o aparecimento dessas pragas.
Uma das responsabilidades da empresa terceira será fornecer um comprovante das atividades realizadas. Esse documento pode ser solicitado durante fiscalização do MAPA, além te ajudar a cervejaria a entender se o tratamento e controle estão sendo eficazes.
 
Deve conter, no mínimo, as seguinte informações:
I – nome do cliente;
II – endereço do imóvel;
III – praga(s) alvo;
IV – data de execução dos serviços;
V – prazo de assistência técnica, escrito por extenso, dos serviços por praga(s) alvo;
VI – grupo(s) químico(s) do(s) produto(s) eventualmente utilizado( s);
VII – nome e concentração de uso do(s) produto(s) eventualmente utilizado(s);
VIII – orientações pertinentes ao serviço executado;
IX – nome do responsável técnico com o número do seu registro no conselho profissional correspondente;
X – número do telefone do Centro de Informação Toxicológica; e
XI – identificação da empresa especializada prestadora do serviço com: razão social, nome fantasia, endereço, telefone e números das licenças sanitária e ambiental com seus respectivos prazos de validade.
Em fevereiro lançaremos o tão esperado curso de BPF. Você também pode contar com nossa consultoria.
 

Leia também: MAPA prorroga adequação das CERVEJARIAS

Chiara Rêgo Barros é Engenheira Química especialista em Gestão da Qualidade e Produtividade e em Biotecnologia e Bioprocessos, Cervejeira Profissional e Bier Sommelière. Com mais de 15 anos de experiência na área de Produção e Tecnologia Cervejeira, atua como Consultora Técnica para Microcervejarias e Professora no Instituto Ceres de Educação e Consultoria Cervejeira, além de ministrar aulas na Bräu Akademie, SENAI e SENAC.